The Flash 2x01 - The Man Who Saved Central City (Season Premiere)


Depois de um longo hiatus, The Flash veio para provar que ainda teremos muitas coisas boas pela frente.

Depois de uma firts season espetacular, o seriado do velocista escarlate tem a difícil missão de igualar ou superar a temporada passada. E a julgar pelo o que vimos no episódio de estreia da 2ª temporada, a série tem tudo para agradar aos fãs. Como era esperado, descobrimos que a singularidade foi contida, salvando a população de Central City. Mas o preço foi muito alto, bom, pelo menos para Barry Allen. O episódio inicia-se 6 meses depois da season finale da temporada passada, com um Barry sozinho, triste e se sentindo culpado pelo o que aconteceu.

Logo nos primeiros minutos, vimos um Barry feliz, combatendo o crime ao lado de seus amigos, além de Eddie e Well. Mas tudo isso foi só uma maneira de mostrar o quanto o flash se sente culpado pelo o que aconteceu. E a partir daí descobrimos que não só Eddie se sacrificou em prol do herói, mas Ronnie também. A culpa de ter perdido dois amigos num mesmo dia fez com que Barry se afastasse de todos e se concentrasse em reconstruir Central City à noite. 

Acontece que Barry não está sozinho. E seus amigos sabem muito bem que ele não pode lutar contra o crime sozinho. Além disso, ninguém o culpa pelo o que aconteceu 6 meses atrás e todos acreditam nele, Nessa hora, Iris - que deixou de ser tão zzzzZZZZZZ - aparece em cena e mostra para ele que merece receber a chave da cidade. As pessoas acreditam no flash e precisam de um herói para salvar as suas vidas, pois caso contrário, tudo aquilo que um dia Barry acreditou deixará de existir e ele se perderá na escuridão. Ele precisa se perdoar antes de mais nada, mas precisa aceitar o fato que apesar do que aconteceu naquele dia, ele ainda é um herói. E, assim, Barry decide receber a chave da cidade, mal sabendo o que o destino o reservava. 

A partir daí a história mudou e fomos apresentados ao vilão do episódio: Atom Smasher. Diferente do que estamos acostumados a ver, quem deu esse nome não foi Cisco, mas sim o Dr. Stein. Sozinho, Barry bem que tentou derrotá-lo, mas percebeu que precisava de seus amigos ao seu lado. Além disso, ele e Caitlin tiveram uma conversa linda e sincera, na qual ele percebeu que ela não o odiava (nem o culpava) pelo o que aconteceu com seu marido. A química dos dois é tanta que não dá para negar que SnowBarry tem tudo para ser o shipper da temporada, ainda mais agora que Ronnie partiu (se foi para outro mundo ou para o céu, ninguém sabe), E reunidos, a trupe toda deu um jeito de derrotar o Atom Smasher e salvar o dia. 


Claro que isso não seria possível sem o brilhantismo de Cisco e suas falas sempre colocadas. Como não amar a referência que Cisco fez das HQs? "I got it from a comic book" de Cisco Ramon entrou para a história e só provou o quanto The Flash é o seriado do momento da CW. Essa ideia de usar o canhão com o símbolo do herói de Central City é a prova mais clara que o universo DC existe sim no seriado. Afinal, não tem como não compará-lo com Batman. Só espero que tenhamos mais referências destas durante a temporada.

Outra coisa positiva do episódio foi saber que o Star Labs agora pertence ao Barry, Sim, o Dr. Wells pode ter sido um vilão perfeito, mas sabemos que ele também se apegou ao velocista. E a maior prova disso foi ele ter passado o Star Labs para seu inimigo ou pupilo. Mas não foi só isso! Ele deixou um pen drive no qual confessava ter matado Nora Allen e, assim, conseguiu fazer com que o pai de Barry fosse solto. Uma atitude nobre de um vilão, não acham? Por mais que Barry tenha conseguido inocentar seu pai, sabemos que o destino dele não é construir uma família com ele, mas sim ser o herói que Central City precisa. Dessa maneira, Henry Allen decide ir embora e deixar o filho protegendo a cidade que tanto ama. Uma atitude nobre, porém triste se formos analisar tudo o que Barry fez para salvar e inocentar seu pai. Mas a vida continua e com a chega de Jay Garrik sabemos que Barry Allen, digo, o flash terá que soar muito para salvar a terra que ele conhece, afinal o seu mundo corre perigo. 

"Central City doesn’t need you to be Henry Allen’s son, it needs you to be… The Flash."
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário