Arrow 4x06 - Lost Souls


Tentando entender o que aconteceu com Ray Palmer.


Se me perguntassem se eu esperava que Arrow chegaria nesse nível, eu jamais diria que sim. Não me entendam mal, eu gosto da série e até que sou uma fã, porém não dá para negar meu descontentamento com andar do seriado ultimamente. O que era para ser um seriado contando a origem de Green Arrow como conhecemos nos HQs, tornou-se em time de super heróis surgindo e desaparecendo com um passe de mágica. Eu até gostei de alguns alterações, como colocarem Felicity Smoak como personagem na história, mas sempre deixar Oliver Queen de escanteio é algo que vem me irritando profundamente.

Tudo bem que estão preparando o terreno para Legends of Tomorrow, mais um spin off, porém não vejo a necessidade de todo o episódio focarem no surgimento de algum personagem para a nova série e deixarem a trama principal de lado. Não estou dizendo que detestei o episódio, até porque fica difícil detestar algo em que Felicity é o centro das atenções e divou do começo ao fim, mas estou ficando decepcionada com o decorrer da trama. O que poderia ser algo interessante, a candidatura de Oliver para Prefeito, vem sendo algo arrastado e meio apagado. Eu sei que é pedir demais episódios bombásticos a temporada toda, mas os roteiristas não podem se esquecer que Oliver Queen é o protagonista e não seus amigos e companheiros de trabalho. Dito isso, vamos falar do episódio.

Curtis merece uma Medalha!!!
Felicity arrasou, divou e detonou nesse episódio. A forma como ela fez para achar Ray, algo impossível, foi genial. E grande parte disso ela deve agradecer a Curtis, seu assistente. Curtis chegou devagarzinho e nesse episódio foi um verdadeiro herói, desbancando o Green Arrow no quesito conselheiro do crime. Aliás, eu ri muito com as falas de Curtis nesse episódio e ele não é nenhum pouco burro, pelo contrário. Agora entendo porque Felicity continuou com ele: ele foi o único a sacar que Oliver pode ser o Vigilante. 

Com o retorno da mamãe Smoak, Felicity teve que sambar muito para poder fazer seu trabalho e ser a heroína do dia. Isso porque seu namorado convidou a sogra para ficar uns dias com eles. Momentos hilários entre o casal Olicity rolaram no episódio inteiro, inclusive uma sessão de conselhamento com Diggle. Vamos ser sinceros, quando Oliver fica mais leve, até esquecemos das falhas do seriado! E por mais que a nossa amada mamãe Smoak tenha meio que atrapalhado a tentativa de resgate de Ray, ela deu ótimos conselhos para sua filha, mostrando ser a melhor mãe do seriado. Falando nela, eu já imaginava um romance entre ela e Quentin Lance, e parece que finalmente isso vai acontecer!!! Felicidade à mil!!!!! 


Enquanto Olicity tinha a sua primeira briguinha como casal (e os fãs Lauriver vibravam com isso), Sara decidiu vestir seu antigo uniforme e juntar-se ao time como se nada tivesse acontecido com ela. Um pouco sem noção, não acham? Pelo menos isso acabou mostrando que Sara não está 100% curada e tivemos ótimos momentos de fúrias da irmã mais nova. Por mais que eu soubesse que ela não ficaria por muito tempo no seriado, achei rápido demais a saída dela. Essa tentativa de tentar recomeçar com a mãe em Central City foi pura jogada de marketing e já podemos esperar para vê-la como a White Canary. Bom, pelo menos tivemos uma ótima despedida entre as irmãs e uma Laurel menos chata nesse episódio.

Uma coisa boa saiu desse episódio: a turma toda se uniu e pela primeira vez vimos todos trabalhando direitinho em equipe. Por mais que Sara estava possuída pelos efeitos do Poço do Lázaros, tudo deu certo e Ray Palmer foi resgatado. É claro que muitas perguntas ainda ficaram martelando nossas cabeças, como "quando veremos Ray de novo no tamanho de uma formiga?" ou "por que Damien Darhk o sequestrou?", mas acredito (e espero) que tudo isso seja respondido no decorrer dessa temporada. O importante é que Ray está de volta, Olicity fizeram às pazes, Sara foi embora, Thea está tentando seguir em frente e ter uma vida normal e Diggle continua fazendo cosplay do Magneto.

Momento relax com o boy magia. Enjoy!!!

Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário