Empire 2x06 / 2x07 - A High Hope For A Low Heaven / True Love Never

Boom, boom, boom, boom. Bang, bang, bang, bang.

"A High Hope For A Low Heaven" prometia muita coisa, mas acabou sendo corrido demais a fim de costurar as pontas deixadas com o sequestro de Hakeem. Achei tudo rápido demais - desde o pedido de resgate até a liberdade dele -, mas nada me tirou mais o foco do que ele procurar Anika assim que saiu do cativeiro. Até quando ela vai continuar aparecendo em cenas de nada acrescentam apenas para justificar sua permanência no elenco? Tragam a Kitty Boo Boo de volta, eu adoro ela e acho um desperdício com a personagem! Assim como Cookie, coitada, será que nunca será feliz com relacionamentos? Delgado parecia ser o pacote completo, mas aquela tatuagem de chifres - tal qual os sequestradores do Keem - me fez temer pela mama Lyon por estar dormindo com alguém cheio de más intenções e que, claramente, trabalha pro inimigo. SERÁ QUE AS MULHERES DE EMPIRE NÃO MERECEM UM POUCO DE FELICIDADE?

Falando em sorrisos, a reunião dos irmãos Lyon foi a melhor coisa do 2x06. É lindo como eles funcionam bem e, em meio a todos os problemas e disfuncionalidades familiares, conseguem superar o ego e o fato de serem filhos de quem são - verdadeiros herois por sobreviverem a este fato, bem lembrado, Dre - e estarem lá, um para o outro, quando a corda que trilha os caminhos torna-se nó apertado.  Hakeem conseguiu superar seu problema no palco (e um muuuuuitíssimo obrigada a Laura), Mirage-à-Trois foi um sucesso e, ao que tudo indica, Dynasty Lyon terá sossego com os 'cowboys'... mesmo sabendo que muita coisa ruim está chegando. Em contrapartida, Lucious não desiste de trazer o caçula para Empire e, ao ouvir mais um não, faz de Freda seu novo projeto especial. Ela tem um talento absurdo e eu acho que o comportamento intransigente não é pose ou má educação, mas um escudo; uma autoproteção que ela mesma usa para afastar as pessoas que possam achá-la boa o bastante para querer investir tempo e dinheiro em seu trabalho, para aproximarem-se e conhecerem-na mais de perto. 

Quanto a Dre aka o grande bambambam da Gutter Life, achei super assertivo o acerto feito com o J Poppa! Ele parece ter um futuro promissor, principalmente quotando Bíblia em meio a suas canções repletas de verdade. Óbvio que uma briga está sendo travada com papa Lyon, mas será interessante assistir! Becky e J Poppa? SHIPPANDO DEMAIS!! De volta ao estúdio, Mal está destruindo com as novas canções e eu espero que essa nova adição à sua equipe seja uma coisa boa pra ele - mesmo prevendo muito embate com o pai por se tratar de um "inimigo" de longa data... sempre reiterando a homofobia do Lucious. Que Jamal consiga enxergar que Cookie consegue, de verdade, captar sua essência como artista e, assim, alcançar grandes feitos na música.

"True Love Never" conseguiu ser um pouco melhor que o episódio anterior mas, quem realmente roubou a cena foi Kelly Rowland mesmo em seus poucos segundos de tela - ela está destruidora no papel da matriarca desta herança genética disfuncional; simplesmente incrível seu trabalho!! Cookie e Delgado pareciam estrelar '9 e 1/2 Semanas de Amor' - e vai ser dolorido vê-la descobrindo toda a verdade -, Mal alcançava um novo nível em sua carreira, Dre aprendia novas táticas de guerra, Keem tornava-se um pouco mais do que nós sempre desejamos e Lucious, bem... boom, boom, boom, boom!

Hakeem amadureceu de verdade! Não apenas preocupou-se com o bem da mãe, mas ajudou Laura a ser a estrela que ele enxerga quando a vê, colocando Carmen em seu devido lugar - apesar de eu ter me divertido bastante nas cenas bate cabelo a la Shakira! Ele foi incrível ao sentar-se à mesa e discutir sobre negócios com aqueles que o sequestraram, foi incrível ao não desistir de Laura e eu quero logo as cenas dos próximos capítulos sobre este novo relacionamento que está surgindo. Jamal, com ajuda da mãe, conseguiu chegar no local que nem mesmo o pai teve a honra: as graças (e a sala!) do Huey Jarvis - uma espécie de Quincy Jones, eu acredito. Infelizmente, para que isto fosse realidade, ele trabalhou em segredo com a mãe - que entende a alma e a música do filho - e isto ainda vai causar sérios problemas pra ambos! Foi impagável ver a cara enciumada do papai Lyon ao notar quão grande seu filho pode ser ao cantar suas verdadeiras histórias, sem ter vergonha do que passou ou de quem é, mas me deu um ódio profundo ele levar os créditos por um trabalho que não fez, aliás.

Lucious, ao ser instigado a ir mais além em sua música, foi buscar em seu passado o gatilho - literalmente - para lançar seu grande hit com Freda. Vimos em vários flashbacks um pequeno Lyon que enterrava balas no quintal, usando uma colher como pá, a fim de escondê-las da mãe e não permitir que ela atirasse contra si própria. Foi assustador e muito doído assistir essa cena e imaginar-se no lugar dele, em quão aterrorizante foi crescer assistindo de camarote a doença da mãe progredir, mas nada disso foi capaz de fazer o pequeno Dwight tornar-se um bom pai, não é mesmo? Lucious insiste em Freda porque sabe que ela é a chave para que, um daqueles prêmios nas paredes do Jarvis, possa vir para a sua; porque vê Jamal conseguir espaço aonde ele nunca teve acesso! Não bastasse tudo isso, Mimi consegue ser tão manipuladora quanto ele e, numa dose a mais de morfina, traz o dono da Swiftstream para uma sociedade com a Empire, o que promete revolucionar o serviço de streaming musical para outros níveis - além de fazer uma singela homenagem a TS, né verdade?

Eu achei incrível a ligação entre a avó de Dre e ele nas cenas em que ambos empunhavam uma arma contra a própria cabeça, tão sutil, tão triste e tão devastador pensar que Lucious passou por tudo aquilo com a mãe e é o maior responsável pela dor latente do seu primogênito. Andre continua perturbado pelo seu passado e pelas ações que o pai deseja que ele ponha em prática, mas teve em seu Reverendo uma mudança de perspectiva: de favores sexuais a chantagem. Ainda muito sombrio, amém, irmãos? Falando em pensamentos nublados, a ligação de Mimi me deixou intrigada e eu acho que não daria tanto espaço para a cena se ela não fosse importante no desenrolar da história... peguem as colheres, vamos cavar sobre isso ai!

O próximo capítulo promete ser incrível, com uma batalha entre Freda e Hakeem, apostas altas entre Cookie e Lucious e um ultimato para Jamal. Será que o Cookie's Cookout vai ser um sucesso? Será que Delgado não é um policial infiltrado, no final das contas, e tudo o que eu já estou sofrendo antecipadamente pode, no fim, ter um saldo positivo? Só nos resta aguardar até quarta-feira o bang, bang, bang, bang! 
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário