The Flash 2x09 - Running to Stand Still


Ho ho ho! O natal chegou muito rápido em The Flash!

Eu adoro episódios natalinos. Não sei explicar, mas há uma magia neles que me encanta muito. Quando um seriado sobre super herói retrata o natal, não podemos esperar grandes coisas, mas confesso que fiquei meia decepcionada com o rumo da história. Talvez seja pelo fato de ter sido o último episódio do ano e não tivemos nenhum ganço interessante para o próximo ano, ou talvez seja porque já vi episódios melhores nessa temporada. A única coisa que eu sei de fato é que nem o retorno de Zoom me aninou muito.

Em pleno feriado natalino, Barry vê sua vida mudar radicalmente quando três vilões se unem para matá-lo. Ok, Snart toma um chá de consciência e decide não matar o seu inimigo, mas ele está longe de ser o bonzinho na história e talvez seja por isso que eu ache o personagem tão interessante. Por mais que Snart desista da ideia de matar Flash, temos dois grandes vilões que prometeram fazer mil e uma maldades, mas que no final desapontaram bastante. Esperava mais dos dois e por mais que Barry não tenha salvado a cidade sozinho, ficou bastante clichê toda essa parte. 

Pelo menos tudo isso fez com que Barry e Patty se conectassem ainda mais. Tudo bem que ela contou toda a sua história de como perdeu o pai para o Flash e Barry se sentiu meio que sem saber como agir como namorado, mas no final tudo deu certo e os dois se assumiram para todos, na festa de natal típica dos West. Uma forma fofa de mostrar que o natal é um ótimo lugar para celebrar com a família e com os amigos. 

Em contrapartida, Iris tomou um chá de sinceridade e contou toda a verdade para o pai sobre seu filho perdido, o tal Wally West. Como era de se esperar, Joe ficou atordoado com tudo isso e se sentiu culpado por não ter feito parte da vida do garoto. Será que ele não percebe que ele também foi uma vítima? Ainda bem que Joe criou Iris e Barry muito bem e que os dois mostraram serem dois filhos perfeitos. O fato de Wally ter aparecido no natal poderia ter gerado mais coisas, mas podemos esperar por mais dramas na vida do paizão de criação de Barry. Aliás, o que foi ele dando o seu relógio - herança de família - para Barry? Impossível não conter as lágrimas!


Quem também mandou bem nos comentários foi Cisco. É inegável a química que existe entre Jay e Caitlin e nosso amado nerd Cisco percebeu isso. Por isso, nem preciso comentar o quanto ri com cada fala de Cisco sobre Jay e Caitlin. E para quem achava que o beijo dos dois estava demorando muito para acontecer, deve ter ficado feliz com esse episódio. Ok, Jay mandou bem com as piadas e os flertes para cima da Dra, Snow, e o beijo foi meio que uma representação de uma tradição, mas sabemos que onde existe fumaça, há fogo. Por isso, o beijo pode ter sido só o começo de algo mais. 

E para quem achava que o aparecimento de Zoom era só para desejar "Feliz Natal" para o Harry 2.0, deve ter ficado surpreso com o pedido dele. Quem imaginaria que ele estaria treinando Barry para ganhar mais poderes e ficar mais veloz, só para depois roubar tudo isso do nosso amado herói? Pois bem, não sei ainda se Harry disse que sim só para evitar que a filha dele morresse ou se ele realmente vai magoar Barry novamente. A única coisa que tenho certeza é que Zoom é o melhor vilão da HQ do velocista escalete. 

PS: Eu também quero um boneco do Flash de natal! 
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário