Grey's Anatomy 12x09 - The Sound of Silence


Sofrendo em silêncio.

Em um dos episódios mais emocionantes dos últimos dois anos de série Grey's Anatomy retorna desse longo hiato apostando em muito drama focado em nossa protagonista e o resultado não poderia ser melhor. Para quem ainda tem dúvida de que a série consegue explorar uma boa trama envolvendo personagens centrais como pacientes eis aqui a prova de que ela consegue e que faz isso muito bem. Foram momentos de total desespero ao ver algo ruim acontecer novamente com Meredith, e a gente sabe que ela já passou por muita coisa. Porém, isso não é problema para nossa querida showrunner e roteirista principal, Shonda Rhimes, que aposta, na maioria das vezes, nos mais certos direcionamentos para seus personagens.

Podemos, logo de início, dar os parabéns a Ellen Pompeo pela magnifica interpretação. Não acredito que tenha alguém para depreciar o trabalho que essa mulher fez nesse episódio. O título não poderia se encaixar melhor na situação de Meredith. Ela sofreu durante semanas sem escutar e falar, mas ainda assim trouxe aquele turbilhão de emoções em cada expressão facial. Foram momentos em que ela não sabia o que estava acontecendo, momentos de dor, física e psicológica, momentos de desespero, angústia, raiva, decepção. Cada um desses momentos brilhantemente captados na interpretação da Ellen.

O que resta saber agora é se toda essa situação trará traumas de longa duração ou permanentes na vida dessa que é uma das pessoas mais azaradas do mundo. Devido a todo o histórico da personagem é bem provável que esse seja o tema desenvolvido pelas próximas semanas. Como a série não anda decepcionando é possível acreditar que virão coisas interessantes daqui para frente.

E falando em decepção, pode-se dizer que essa palavra se encaixa muito bem com as atitudes de Amelia. É natural que uma pessoa em processo de recuperação como ela tenha recaídas em momentos de crise, o problema é que aparentemente não existe um porque de explorarem o drama do álcool e das drogas de novo _Nem só de recaídas vive Amelia_. O lado bom é que o mimimi não foi em grandes proporções e uma possível conciliação começou a brotar.

Com as demais histórias o andamento foi praticamente zero, afinal, não tem como focar em April e Jackson com Meredith toda quebrada em uma cama de hospital. Já Karev deu um passo em direção a Jo por conselho de Mer, mas nada me tira da cabeça de que seu coração está batendo mais pro lado dessa amiga de longa data e mãe de três filhos. Karev foi de encontro a Jo, mas não sabemos o que surgiu daquela conversa, nem o que surgiu da conversa depois do pedido de casamento. Enfim, é esperar para ver e eu só me convenço se Alex falar claramente que Jo é a mulher de sua vida.

O momento do perdão de Meredith ao paciente que a atacou foi muito bonito, ainda mais quando veio seguido de um incrível discurso de Richard sobre perdão. E talvez esteja aí a dica para o caminho que a série irá seguir nessa segunda metade da temporada. Diante de tantos desastres Meredith precisa perdoar os que estão em volta, e principalmente, a si mesma. Uma lição que vai além da ficção e se encaixa em tudo o que acontece com a nossa vida, que mesmo não tendo tantos desastres nos apunhala com problemas e decepções, quase sempre das pessoas mais próximas.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário